logo      
Atividades para professores

A Arte Auxilia a Criança no Processo de Aprendizagem nos Anos Iniciais?

Andreza Melo Menezes

Menina desenhando uma folha de àrvore, tendo-a junto ao papel

A questão da educação gira sempre em torno da criação e da criatividade: ao aprender, estamos criando um esquema de significados que permite interpretar nossa situação e desenvolver nossa ação numa certa direção.

A arte deve extrapolar as dimensões da escola ultrapassando a teoria do pensamento artístico.

Toda cultura e todo o meio em que se vive têm suas próprias características, seus padrões, valores, normas, ideias e objetivos, que são transmitidos e reforçados para as gerações que vivem nela.

De modo geral, a cultura na qual a criança cresce prescreve conteúdos, métodos e modos em que ela deverá ser treinada, estabelecendo, assim, atitudes e valores a serem implantados.

Dessa forma, o ensino da arte deve ser voltado à parte intelectual e social do indivíduo, fazendo com que ele ultrapasse suas próprias barreiras do conhecimento.

Assim sugere Lima: “A inteligência vai se construindo na medida em que vai se descobrindo e inventando. Para a criança, o mundo deve ser reinventado e, na medida em que a criança reinventa o mundo, desenvolve a sua inteligência”.

É a função primordial da Arte objetivar o sentimento de modo que possamos contemplá-lo e entendê-lo.

Por meio do ponto de vista da pessoa que cria, em termos de fisiologia e temperamento, hábitos e valores também podem ser processados mentalmente com motivação, percepção, aprendizado, pensamento, comunicação e potencialidade.

É necessário despertar nas crianças sentimento de amor pela arte.

Na realidade, muito frequentemente, a sociedade não utiliza toda a potencialidade da criança, e fecha os caminhos para a utilização de todas as suas possibilidades.

É importante que a sala de aula seja um local agradável, gerador espontâneo de motivação ao conhecimento.

Um local que não seja constrangedor, que tolha o desenvolvimento do aluno, e sim, facilitador do seu crescimento pessoal.

No lugar de obrigação, deve haver satisfação do educando em se fazer presente neste ambiente.

A criança deve se sentir livre e à vontade, se sentir segura, o educador deve transformar a criança num ser curioso, despertar a sua imaginação e criatividade, assim sua criatividade e curiosidade se expandem para outras disciplinas, ela precisa ser estimulada a gostar do que faz.

O ensino da arte é um dos melhores recursos, afinal, qual a criança que não gosta de pintar e desenhar?

Elas, na maioria das vezes, se expressam por meio da Arte.

É claro que nem sempre uma criança é curiosa no ponto de vista de alguns educadores, mas, através da Arte o educador, precisa guiar a curiosidade do aluno para os temas culturais e sociais, integrando, assim, a criança junto às outras disciplinas, é o educador fazendo um papel de facilitador no processo ensino-aprendizagem.

No ensino da Arte para os anos iniciais, o educador não pode ser o autor, mas sim um coadjuvante.

As atividades devem ser feitas exclusivamente pelo aluno, o educador apenas orientará o aluno em sua atividade, para que ela não se desvie do caminho trilhado por ele.

Todo educador tem um grande obstáculo, um desafio, cada criança tem a sua própria personalidade, gostos, inquietações e dificuldades, nem sempre um método de ensino e aprendizagem que envolva a arte serve para toda a turma, é preciso que o educador esteja preparado para diferenciar os seus métodos.

A criança nesta fase inicial vive em constante mudança, mas nem sempre pensar igual para todas elas, assim conseguirá fazer da criança uma peça a mais para a construção do seu próprio aprendizado.

É preciso dar oportunidade para a criança fazer, e que perca o medo de errar, pois, muitas vezes, o “medo” prejudica a criança a aprender.

Algumas pesquisas feitas nas escolas mostraram que os educadores do ensino da Arte têm ciência que ela ajuda na capacidade de aprendizagem para outras disciplinas e, segundo elas, o ensino da Arte torna as crianças mais observadoras, despertando a imaginação e estimulando o conhecimento.

Fonte: Andreza Melo Menezes: Blog "Meus Trabalhos Pedagógicos" (http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com.br/search/label/A%20Arte%20e%20o%20Desenvolvimento%20Infantil). Fonte da Imagem: Corbis.

Planneta - Todos os direitos reservados